COOPERATIVAS
 se mantêm FORTES em tempos de crise.

Comitiva pernambucana acompanhou primeiro dia de evento em São Paulo

 

 

Representantes de dez cooperativas pernambucanas e técnicos do Sescoop/PE participam do seminário O Cooperativismo e Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), que encerra hoje (07/03) na sede do Sistema Ocesp. A iniciativa é resultado de uma parceria entre Sistema OCB, sua unidade estadual de São Paulo e a Unimed Brasil. O objetivo da comitiva pernambucana é acompanhar os painéis diversos sobre os ODSs para até 2030, cuja implementação no cooperativismo brasileiro tem sido viabilizada pelos projetos da campanha Dia de Cooperar.
 
O primeiro dia do evento (06/03) contou com abertura do presidente do Sistema OCB nacional, Márcio Lopes de Freitas, além de representantes de organizações internacionais, a exemplo de Monique Leroux, presidente da Aliança Cooperativa Internacional (ACI). Participaram da solenidade inicial, ainda, membros do Poder Legislativo e Executivo brasileiro. Na oportunidade, os representantes das cooperativas Unimed Recife, Cooates, Pernambucred, Uniodonto Recife e Garanhuns, Copeafa, Coperata, Coana, Coopexvale e Sicredi Vale do São Francisco acompanharam o evento, de forma a implementar, posteriormente, o conteúdo apreendido. As apresentações de palestrantes do Japão, Quênia, Suécia, entre outros, foram transmitidas por meio de tradução simultânea e compreenderam o cenário de implementação dos 17 ODSs em diferentes continentes. "As Cooperativas sempre praticaram esses objetivos, mas não mostramos isso. As Nações Unidas estão propondo essas metas. É hora de abraçá-las, não importa o tamanho dá cooperativa. É assim que seremos reconhecidos pelos governos", afirmou Márcio Lopes. O reconhecimento internacional do Cooperativismo brasileiro foi ressaltado pelo senador Aloysio Nunes, recém-nomeado ministro das Relações Exteriores. "O Cooperativismo brasileiro deve ser uma mola de integração do Brasil com o mundo, não só no comércio, ou na área de tecnologias, mas também no âmbito dos valores sustentáveis, da justiça e da participação", afirmou.
 
Um dos destaques do evento foi a explanação de Maxwell Haywood, diretor de Assuntos Sociais dá Organização das Nações Unidas. O painelista falou de alguns dos 17 objetivos e enfatizou a importância das ações realizadas pelas cooperativas, em nível mundial, nos próximos fóruns de alto nível, previstos para o período de julho de cada ano. "É importante que haja uma boa compreensão acerca desses objetivos em nível nacional; se não for assim, é muito difícil a sua implementação nos países. As cooperativas precisam prestar atenção para a necessidade de quantificar as ações e de gerar os dados adequados; assim, é possível chamar a atenção para a eficácia das iniciativas", frisou. Ainda segundo Haywood, as Nações Unidas tem realizado uma série de ações para fortalecer a agenda dos objetivos, a exemplo de reuniões, relatórios e estudos que ajudaram a fortalecer o papel das cooperativas nessa meta para até 2030.
 
No Brasil, uma das formas mais eficientes de atendimento à agenda dos ODSs é por meio dos projetos da campanha Dia de Cooperar. Ainda no primeiro dia do evento, Gêane Nazaré Ferreira (gerente de Desenvolvimento Social das Cooperativas do Sistema OCB) apresentou um panorama da campanha, que nasceu em Minas Gerais, em 2009, mas que se tornou nacional a partir de 2013. Em Pernambuco, a campanha foi realizada, pela primeira vez, em 2014, na cidade de Gravatá. De acordo com os números apontados, em 2016, mais de 1,1 milhão de pessoas foram beneficiadas em todo o Brasil com ações em mais de 700 municípios participantes do Dia C.
 
Das ações realizadas, 40% são projetos contínuos, com, pelo menos, seis meses de duração, cuja proposta atende aos ODSs, já que propõe resultados transformadores e não apenas ações pontuais. O acompanhamento dos dados, com sua contextualização, é feito pelo site oficial da campanha e servirá como material para  atestar o cumprimento da agenda da ONU. As informações cadastradas pelas próprias cooperativas participantes garantem um acompanhamento nos níveis municipal, estadual e nacional.
 
Exemplos de práticas alinhadas à agenda da ONU também foram apresentados no primeiro dia de evento. Um deles, o projeto 3R, da cooperativa Cooptrama, de Rondônia, propõe o foco em três questões: Ressocializar, Reciclar e Reutilizar. A iniciativa, apresentada pela presidente da cooperativa, Dulce Gonçalves Braga, propõe a produção de artesanato dentro de unidade prisional. O projeto conta com o apoio do Sistema OCB, em Rondônia, e com o governo daquele estado.
 
Outro projeto que foca ações contínuas é o realizado pela Unimed Lins, de São Paulo. Com 71 cooperados e mais de 18 mil beneficiários, a cooperativa tem contribuído significativamente para a inclusão social de deficientes visuais. O objetivo é cumprido por meio do projeto Vida Iluminada, que já conquistou importantes resultados como a obrigatoriedade municipal e estadual do Teste do Olhinho por meio das leis 4.986/2006 e 12551/2007 respectivamente.
 
Finalizando a programação do dia 06/03, o presidente da Unimed Brasil, Eudes de Freitas Aquino, apresentou alguns dados da cooperativa na área sustentável: o 1° Seminário Nacional de Responsabilidade Social (2003), a criação do Instituto Nacional Unimed (2013) e a primeira edição do Selo Hospital Unimed de Sustentabilidade (2015).
 
Para Benedyto Sávio, diretor presidente do Sicredi Vale do São Francisco, com sede em Petrolina, o evento foi positivo. "Percebemos, a partir das apresentações, que o Ramo Crédito poderia direcionar o seu potencial para gerar benefícios em prol das sociedades, no âmbito da responsabilidade socioambiental, para a troca mútua de benefícios, além de parceria com os poderes públicos, um dos pontos abordados", frisou. Sobre os projetos do Dia C, do qual o Sicredi Vale do São Francisco já participa incentivando jovens a usar a música para mudar de vida, o diretor complementou: "O cooperativismo, de forma geral, é um movimento que soma forças para conseguir resultados mais vantajosos para o público. E a responsabilidade social é o grande diferencial; é o compromisso com a sociedade. O tema do Dia C deste ano 'Atitudes Simples Transformam o Mundo' tem tudo a ver", concluiu o diretor. 
 
Hoje o evento segue com ênfase na campanha e ações continuadas. Está previsto, também, outro painel com o representante da ONU, Maxwell Haywood, intitulado Os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável sob a Perspectiva do Setor Cooperativista.

Vídeos

adidas superstar air max suisse nike roshe run suisse nike roshe run mbt suisse nike air force suisse ray ban suisse nike air max suisse louboutin suisse mbt geneve christian louboutin suisse new balance suisse cialis suisse viagra suisse kamagra 100 viagra suisse levitra suisse kamagra gel priligy suisse viagra generique