COOPERATIVAS
 se mantêm FORTES em tempos de crise.

Seminário Regional debate desenvolvimento do cooperativismo no Agreste Meridional

Lideranças cooperativistas de todo o Agreste Meridional de Pernambuco se reuniram na sede da Uniodonto Garanhuns, local que recebeu a primeira sessão do Encontro Regional promovido pelo Sistema OCB/PE. No encontro, as cooperativas e parceiros do cooperativismo da região participaram de uma rodada de conversas para programar e alinhar um pensamento estratégico, juntamente com uma formulação do plano de trabalho já visando o ano de 2018. As propostas de cursos e eventos foram repassadas ao presidente do Sistema OCB/PE, Malaquias Ancelmo de Oliveira, e ao gerente de desenvolvimento do Sescoop/PE, Helton Aquilles, que estiveram no evento e foram responsáveis por toda a coordenação do encontro. Ainda no mês de agosto mais dois eventos similares ao de Garanhuns acontecerão pelo sertão pernambucano.

 

O presidente do Sistema OCB/PE ficou responsável por dar as boas-vindas ao grupo. Diversos parceiros de cooperativas participaram do encontro. Entre eles estavam o vereador da cidade de Garanhuns, Audálio Ramos Machado, e o assessor especial do governo municipal, Wanderley Gomes. Malaquias agradeceu pela presença de todos e convidou as pessoas que ainda não conhecem o cooperativismo de modo aprofundado a fazer parte do estilo de trabalho.

 

 

“O cooperativismo é um movimento mundial e existe em todas as formas de governo. Ele é feito na forma em que a lei manda, não podendo ser feito de qualquer jeito e, hoje, possibilita a felicidade de um grande número de pessoas, que se juntam com a mentalidade da busca o bem comum”, explicou Malaquias Ancelmo de Oliveira.

 

Após as boas-vindas, foi dado espaço para o consultor em planejamento, Emanuel Malta, que convidou o público a pensar em estratégias de trabalho, na qual coloquem o cooperativismo em maior ascensão, chamando um maior número de pessoas a fazerem parte do movimento. E de acordo com ele, existem alguns passos para alinhar e engajar esse objetivo: manter a liderança e o apoio da alta direção; capacitar, mobilizar e animar uma rede de gestores de olho na gestão estratégica; medir e comunicar resultados; além de celebrar e recompensar as pequenas e grandes vitórias.

 

 

“Não é toda a estratégia elaborada que conseguirá ser realizada. Esse processo é normal. Necessitamos priorizar os projetos segundo critérios estratégicos e definir uma sequência temporal de implementação com base em um cronograma e monitorar e avaliar a execução sistematicamente, além de efetuar, em tempo hábil, os ajustes necessários no nosso plano”, recomendou o especialista.

 

Emanuel também evidenciou ao público números de como se encontra o estado de Pernambuco em meio ao ambiente externo da geração de riquezas, visando a melhoria dos índices de conformidade e sustentabilidade das cooperativas, com o foco na gestão e promoção do desenvolvimento do cooperativismo, sem perder os valores e princípios. De acordo com a análise trazida por Emanuel, o Produto Interno Bruto (PIB) do estado apresentou elevação real de 0,7% no primeiro trimestre do ano, se comparado ao quarto trimestre de 2016. Já em ramos de maior destaque, a agropecuária caminha a passos largos. Só nos últimos meses o segmento cresceu 12,3%. Essa ativação aconteceu pelo crescimento das lavouras temporárias, por questões climáticas adequadas e ao investimento na pecuária. Em contrapartida, o comércio apresentou um recuo de quase 1% no primeiro trimestre de 2017, devido a um maior endividamento da população. “Sabendo como está o ambiente externo, podemos formular de uma melhor maneira uma estratégia de negócio, monitorar as nossas ações e avaliar quais os futuros passos, sempre de olho na rotina da governança da organização”, salientou Emanuel.

 

Ao fim da apresentação, ele convidou o público a se juntar em grupos para pensar uma possível construção do plano de trabalho do Sescoop/PE, já vislumbrando 2018. Nele, cada grupo deveria explicitar sugestões de iniciativas a serem executadas pelo Sescoop/PE. As propostas giravam em torno de cursos sobre capacitações de como comercializar determinado produto ou serviço, elaboração do plano de negócios e monitoramento e avaliação de resultados. As sugestões serão colocadas em um documento sintético, que será colocado para avaliação em futuros encontros. 

 

O assessor especial do governo municipal acompanhou toda a movimentação e ratificou o apoio que a atual gestão de Garanhuns dá ao cooperativismo municipal. De acordo com ele, algumas ações já estão em concretizadas, mostrando um futuro promissor a quem investe na forma de trabalho dentro da cidade. “Hoje Garanhuns já possuiu um fundo de apoio ao cooperativismo e está em pauta a formação de um conselho para debater as maneiras de fazer com que as cooperativas da cidade continuem com o crescimento, para gerar mais trabalho e renda á população. Sempre estamos pensando em políticas públicas de beneficio ao cooperativismo, pois temos a noção de que é um movimento agregador com vínculo a trazer felicidade para quem faz parte dele”, salientou Wanderley Gomes.

Vídeos

adidas superstar air max suisse nike roshe run suisse nike roshe run mbt suisse nike air force suisse ray ban suisse nike air max suisse louboutin suisse mbt geneve christian louboutin suisse new balance suisse cialis suisse viagra suisse kamagra 100 viagra suisse levitra suisse kamagra gel priligy suisse viagra generique