COOPERATIVAS
 se mantêm FORTES em tempos de crise.

Sistema OCB/PE - Notícias

Investimento em energia renovável é incentivado em AGO da Fecoerpe

A Federação das Cooperativas de Eletrificação Telefonia e Desenvolvimento Rural do Estado de Pernambuco (Fecoerpe) reuniu as 12 cooperativas parceiras da instituição para mais a Assembleia Geral Ordinária (AGO), que aconteceu na última terça-feira (28), na sala de reuniões da Cerlit, no bairro da Iputinga. No encontro, foram colocados para aprovação e debate o balacente de todo ano de 2016 e pontos que irão pautar os trabalhos no decorrer do ano.

 

A primeira ação da Assembleia foi prestar uma homenagem ao ex-secretário executivo da Cerlit, Geraldo Barreto, que faleceu na última semana, de causas naturais. "Barretinho dedicou 50 anos de sua vida ao cooperativismo. Ele foi um dos fundadores da Cerlit. Com uma maneira muito simples de ser e agir, ele sempre encantou por onde passava, evidenciando sabedoria pura. Muitos dos ensinamentos deles serão lembrados na cooperativa por muitos anos", contou o gerente da Cerlit, Renato Ordonio, antes do minuto de silêncio dedicado a Geraldo.

 

O presidente da Fecoperpe, Jurandi Araújo da Silva, após ler a ata de convocação da Assembleia, propôs a primeira pauta do dia, em relação a movimentação administrativa e financeira da Federação. De acordo com ele, a instituição está em situação de estabilidade e com saldo positivo. Sobre as sobas, o dirigente colocou em votação a destinação do que seria realizado com elas, em torno de R$145 mil. De forma unanime, a escolha da Assembleia foi do valor seguir direto para a reserva legal.

 

Também na Assembleia foram votados os novos Conselheiros Fiscais. Ao todo, cinco pessoas foram eleitas diretamente para as vagas de suplente e titular. Foram eles: José Nicédio, Edson Gondim, Masakatsu Morimura, José da Silva Reis e Lindeberto Ferreira.

 

Ao fim da votação, foi a vez do representante do diretor executivo da Cooperativa de Energia Comunicação e Desenvolvimento do Alto Pajeú (Ceralpa), Eraldo Feijó, contar a toda Assembleia da experiência adquirida depois de um evento na cidade de Paragominas, no estado do Pará, onde cooperativas do ramo infraestrutura se reuniram para debater o futuro das energias renováveis. Lá, uma comitiva pernambucana visitou a primeira cooperativa a trabalhar somente com energia renovável.

 

“Não podemos parar no tempo. A energia renovável não é algo para os próximos anos, já é uma necessidade. E existe um mercado pronto para trabalhar com ela. Nessa necessidade que as cooperativas de eletrificação de Pernambuco têm de se pautar. Devemos pesquisar e ficar atentos aos empreendimentos que estão chegando no nosso estado, com o intuito de formar parcerias. Temos o conhecimento da região, com um ambiente propício para entrar nessa nova demanda”, comentou o diretor executivo.

Add a comment

Curso sobre cooperativismo aborda diferenças entre cooperativas e empresas mercantis

O sescoop/PE promoveu, nesta terça-feira (28), o Curso Básico de Cooperativismo, na sede da instituição, para um público formado por pessoas que já estão trabalhando em meio ao sistema cooperativista ou estão em processo de formação de uma cooperativa. O palestrante do curso foi o consultor em desenvolvimento organizacional, Gileno Vila Nova.

O consultor começou o evento fazendo um histórico de como o cooperativismo se desenvolveu. De acordo com ele, todo o trabalho foi iniciado pela Sociedade de Probos Pioneiros em Rochdale, na Inglaterra, no ano de 1848, em meio à revolução Industrial.  A partir dali, o grupo, que era de artesãos, foi se massificando, ganhando espaço no mercado e sendo conhecido como um exemplo a ser seguido em outros países.

Após um breve histórico, foi o momento de diferenciar as particularidades de uma cooperativa e uma empresa mercantil. Para Gileno, a principal diferença está na gestão democrática. Em uma cooperativa todos os votos têm exatamente o mesmo peso, independente das posições ocupadas na instituição. Já em outro tipo de empresa, há o peso do voto de acordo com o capital de investimento. Em relação ao sentimento de pose do espaço, os cooperados, assim que entram na cooperativa, são os donos da instituição. No espaço privado, o patrimônio é apenas dos associados. 

As características pontuadas pelo palestrante chamaram a atenção do Flávio Leal, que estuda sobre o cooperativismo com o objetivo a criar uma. “São diferenças muito próprias, com o poder de distinguir bem qualquer outro exemplo de trabalho. É uma categoria muito boa para ser desenvolvida na atual situação do país”, elogiou o participante do curso. 

Add a comment

Sescoop/PE promove Workshop sobre PDGC

Foi dado início ao primeiro módulo do Workshop do PDGC, organizado pelo Sescoop/PE. Ao todo, 25 dirigentes de cooperativas de todas as regiões pernambucanas, e dos diversos ramos, participam do evento, em um hotel no bairro de Boa Viagem, na zona Sul do Recife. No primeiro momento, que acontece nos dias 23 e 24 de março, o público recebe informações dos meios necessários de preenchimento do Programa de desenvolvimento da Gestão das Cooperativas. O encontro tem como objetivo facilitar o entendimento dos gestores no programa, visando a contribuição do desenvolvimento da autogestão, sempre de olho na sustentabilidade e no ambiente de respeito aos valores e princípios cooperativistas.

O primeiro módulo está sendo conduzido pela especialista técnica e representante da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), Luciana Lima. Ela ficou responsável por auxiliar os dirigentes no desenvolvimento de um plano de melhoria contínuo da gestão nas cooperativas, baseado nas respostas do questionário do PDGC em 2017. A especialista, também facilitou no entendimento da ferramenta, os conceitos e como o programa pode ser um divisor de águas no entendimento de uma gestão de excelência nas instituições.

“Nossa meta maior é auxiliar a quem faz o cooperativismo pernambucano na elaboração de um bom plano de melhoria de gestão, baseado na autoavaliação permitida pelo PDGC, que é realizado em ciclos anuais. Além do encontro facilitar no entendimento da ferramenta, ele nos permite trocar experiências entre o público. Isso nos possibilita analisar quais são os pontos fortes e fracos da cooperativa, ajudando a traçar mais ações de melhoria a partir de outras vivências”, comentou Luciana Lima.

Além da oportunidade de seguir um plano de melhoria, a representante da FNQ explicou no encontro que o PDGC permite conhecer o grau de maturidade das práticas de governança e gestão com base no modelo referencial, construído a partir de ações simplificadas no Modelo de Excelência da Gestão. O Programa também fortalece a promoção do aprendizado organizacional, desenvolvendo a cultura da excelência e no desenvolvimento da visão sistêmica dos dirigentes. Toda atividade é formada através de um ciclo de controle, formado por um plano de execução, verificação e execução.

O material apresentado pela representante da FNQ agradou bastante ao representante enviado pela Cooperativa de Médicos do Brasil, Alexandre Ribeiro, que é colaborador da instituição na área administrativa. De acordo com eles, boa parte do programa já é utilizado na cooperativa, porém só faltando uma visão mais sistêmica para sair de forma cada vez mais gerencial. “O Programa nos diz muito o caminho do sucesso na gestão. Temos nossos planos de controle e excelência, que serão agregados ao PDGC. Ele nos ajudará a autoavaliar, dizendo como poderemos nos fortalecer como gestores e cooperativa”, comentou Alexandre.

A vice-presidente da Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas de Pernambuco (Coopanest-PE), Joyse Breenzinckr Ferreira, também está no grupo que participa do primeiro módulo. Segundo ela, a cooperativa está caminhando para um melhor entendimento no PDGC, tendo até o momento conquistado o selo ISSO 9001, que assegura a qualidade do local nos processos de gestão de governança. 

“Temos o selo, que garante a nossa qualidade. Porém, agora, buscamos uma avaliação voltada prioritariamente para cooperativas. O PDGC será um enorme ganho e nos dirá como melhorar no seguimento, respeitando os valores como cooperativa. Nossa direção já está convicta de que, com o questionário do programa, poderemos evoluir cotidianamente, nos tornando uma referência”, pontuou a vice-presidente da Coopanest. 

Add a comment

Dirigentes de cooperativas pernambucanas participam de Seminário sobre energia renovável

 

Gestores de cooperativas pernambucanas do ramo Infraestrutura embarcam nesta quarta-feira (22), com destino ao estado do Pará, onde participam do seminário O futuro e as energias renováveis. A intenção dos dirigentes pernambucanos no evento é de participar dos debates e buscar alternativas para diversificar as atividades em Pernambuco. A viagem do grupo, formado por nove pessoas, entre elas o presidente do Sistema OCB/PE, Malaquias Ancelmo de Oliveira, será encerrada somente no dia 27 de março, após a participação de um painel sobre as formas e a viabilidade da energia renovável. 

O evento, que tem o apoio da unidade estadual da OCB do Pará, acontece na cidade de Paragominas, localizada a 315 quilômetros da capital paraense. Entre as programações do encontro, umas das mais esperadas é a visita técnica até a Cooperativa Brasileira de Energia Renovável (Coober). A instituição é a primeira no pais a trabalhar com a placas fotovoltaicas, produzindo energia limpa a partir da luz do sol. Além da visita, o seminário receberá autoridades do cooperativismo para debater o lugar das cooperativas na geração e distribuição das energias renováveis.  

“Será um evento de muito aprendizado e troca de experiências. Lá, conheceremos experiências de sucesso e as tendências para um futuro muito próximo. Com tudo que iremos ver em Paragominas, temos a ideia de discutir o que é viável e tentar adaptar para a nossa realidade, diversificando a maneira de produção das nossas cooperativas, no campo da energia”, contou o presidente do Sistema OCB/PE.

Add a comment

Vídeos

adidas superstar air max suisse nike roshe run suisse nike roshe run mbt suisse nike air force suisse ray ban suisse nike air max suisse louboutin suisse mbt geneve christian louboutin suisse new balance suisse cialis suisse viagra suisse kamagra 100 viagra suisse levitra suisse kamagra gel priligy suisse viagra generique