COOPERATIVAS
 se mantêm FORTES em tempos de crise.

Sistema OCB/PE - Notícias

Coopconfec festeja Dia C em lar de idosos

Cooperados e voluntários do Dia de Cooperar da Cooperativa dos Trabalhadores em Confecção da cidade Macaparana, município da cidade da Zona da Mata norte do estado, fizeram a alegria de 35 idosos amparados pelo Lar de Idosos Cândida da Cunha Pedrosa. O grupo se juntou para fazer uma grande campanha de doação. Todo o material foi entregue à direção da casa, após uma festa dedicada aos idosos. Entre os materiais, estavam alimentos não perecíveis, produtos de higiene pessoal, além de roupas feitas pela própria cooperativa.

O lar de idosos, inaugurado no ano de 1999, é a principal instituição beneficente, dentro do segmento, da região. Funcionando com o apoio da sociedade, ela recebe idosos carentes de diversos municípios da Zona da Mata pernambucana, além do Agreste Setentrional. Produtos de necessidade básica sempre estão em baixa na casa, pela grande demanda dos idoso. Foi percebendo a indigência que a cooperativa escolheu o local para auxiliar na comemoração.

“a casa acolhe uma grande quantidade de idosos, e recebe pouca ajuda. Então, o Dia C é uma ótima oportunidade de causar um bem-estar a todos que são ajudados pelo espaço. Aqui não estamos só ajudando com bem materiais. Queremos passar um tempo com os idosos, escutá-los, brincar com eles e passar um pouco de alegria”, contou Maria do Amparo, presidente da Coopconfec.

A chegada do grupo ao local foi marcada por muita música. Um dos cooperados, que toca violão, organizou um coral. Boa parte das músicas tocada pelo grupo foi acompanhada pelos idosos. Alguns deles, devido à dificuldade de locomoção, não puderam sair da cama. Então, os cooperados levaram a festa até o quarto onde eles estavam.

De acordo com a cuidadora de idosos, Edvânia da Silva, visitas, como a da cooperativa, ajudam a trazer o bem aos idosos. “Eles sempre ficam felizes quando o grupo bem e faz uma festa dessas. É algo terapêutico. Isso ajuda na estima e faz o ambiente ficar mais agradável”, contou a cuidadora. 

Ao todo, foram doados mais de 200 quilos de alimentos, 50 pacotes de fraldas geriátricas, 5 caixas de produtos de limpeza e mais de 40 camisas, que foram produzidas na própria cooperativa. “A ideia de trazer as camisas foi dos próprios cooperados. Queríamos ofertar algo que ajudasse a todos, no caso os produtos de alimentação e limpeza, assim como agradar a cada idoso, no caso as camisas. Pela felicidade na casa, vimos que deu certo”, pontuou Maria do Amparo. 

Add a comment

Coopfisio se une para doar sangue em comemoração ao Dia C

Após apoiar diversas ações do Dia de Cooperar (Dia C), foi a vez da Cooperativa de Fisioterapeutas de Pernambuco (Coopifisio) comemorar sua própria ação. Durante o último sábado (18), dirigentes, cooperados e voluntários da cooperativa estiveram na Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope), no bairro das Graças, na região central do Recife, para uma verdadeira corrente do bem: doar sangue. Com a campanha intitulada “Doe sangue, doe vida”, a cooperativa conseguiu reunir mais de 60 pessoas, dando uma grande contribuição para a fundação, que sofre cotidianamente com o baixo estoque. Cada bolsa de sangue recolhida do público cooperativista pode ajudar até três pessoas.

Durante todo o ano, a cooperativa foi parceira de outras empresas cooperativas, quando foi convidada para realizar em conjunto eventos do Dia C. A Coopfisio, em 2017, arrecadou alimentos para instituições carentes e esteve presente em Barreiros, local da grande festa. Também esteve na cidade de Bezerros, quando disponibilizou cooperados para a ação da Coprobe, além de várias outras ações pelo Recife. Agora, de acordo com a presidente da Coopfisio, era hora de comemorar a ação dentro de um segmento vivenciado na cooperativa.

“Somos uma cooperativa de saúde. Então, nada mais bonito e apropriado do que comemorar essa importante data do cooperativismo no nosso ramo de atuação”, explicou a presidente. A ideia de reunir as pessoas para o Dia C surgiu, de acordo com ela, da vivência de outras experiências na data, quando a cooperativa era convidada a ofertar algum sérviço de saúde. “Sempre gostamos muito de participar. Nossos cooperados sempre contribuíram para a festa de diversas cooperativas. Então, alguns dirigentes nos procuraram e perguntaram a possibilidade de nós comemorarmos da nossa maneira. Rapidamente nos organizamos, pedimos o apoio do Sescoop/PE na divulgação da ideia, e o público veio em peso”, concluiu Cátia Lóssio.

Doador desde o ano de 1989, o diretor da Coopfisio, Walter Sanches, foi uma das pessoas que apareceram para doar. Para ele, saber que aquela ação vai ajudar muitas outras é um grande aprendizado. “É uma ação tão simples e rápida, mas ajuda bastante. Saber que o seu sangue vai auxiliar outra pessoa a continuar vivendo é algo engrandecedor. Como o estoque do Hemope sempre está baixo, convido a todo para fazerem uma doação. Só alguns minutos bastam para doar vida a quem precisa”, convidou Walter.

A ação foi muito bem vinda para a gestora de pessoas do Hemope Maria Eulina. O mês de dezembro está chegando, e, de acordo com a experiência dela, é um período que as pessoas não costumam fazer doações. “É muito bom saber que tem uma cooperativa que focou seu tempo para pensar no próximo. Sempre em períodos de festa, o nosso estoque de sangue baixa drasticamente. Então precisamos muito da ajuda da sensibilidade da população e no pensamento que podemos ajudar o próximo doando um pouco de sangue”, comentou a gestora. 

Com o sucesso dessa ação, a meta, segundo a presidente da Coopfisio, é estimular os cooperados e parceiros para que façam uma doação de sangue a cada três meses, colocando o princípio o sétimo princípio do cooperativismo, o interesse pela comunidade, cada vez mais em prática dentro da cooperativa.

Add a comment

Primeiro dia em Mondragon: As bases fundadas por Arizmendiarrieta

No primeiro dia em Mondragon (13/11) os participantes da missão internacional de estudos do Sescoop/PE foram recepcionados pelo diretor de Difusão Cooperativa, Ander Etxeberria, que apresentou um pouco da experiência de sucesso da corporação Mondragón. Na oportunidade, os representantes pernambucanos de cooperativas de Crédito e Saúde conheceram a história e os trabalhos do sacerdote Arizmendiarrieta, iniciados ainda na década de 1940, que resultaram em uma das maiores referências do cooperativismo mundial. O grupo conta, atualmente, com 102 cooperativas e atua nas áreas de conhecimento, distribuição, indústria e finanças. A programação incluiu, ainda, uma visita à incubadora de projetos Saiolan, empresa do grupo, que incentiva e fomenta a inovação na área industrial. O trabalho da empresa é financiado, em parte, pelo grupo Mondragón, pelo governo, e pelas empresas interessadas na implementação das ideias. Ao final, o grupo visitou a cooperativa de consumo Eroski.

Confira AQUI o vídeo das atividades do primeiro dia.

 

Foto: representantes de cooperativas pernambucanas em frente à incubadora Saiolan.

Add a comment

Vídeos

adidas superstar air max suisse nike roshe run suisse nike roshe run mbt suisse nike air force suisse ray ban suisse nike air max suisse louboutin suisse mbt geneve christian louboutin suisse new balance suisse cialis suisse viagra suisse kamagra 100 viagra suisse levitra suisse kamagra gel priligy suisse viagra generique